A geografia dos lugares passa também pela morfologia das palavras, pelo timbre das vozes e das histórias que se lembram. Regresso às colecções que faço, às colecções que herdo, às colecções que guardo de quem viveu tempos de acções caladas, minutos contados e de quem ensinou o que se podia ensinar, desdobrando tempos à força de gestos que imprimiam vontades.
A matemática joga-se sobre um Resumo de Gramática de 1943 e joga-se na ironia do que hoje lemos num caderno virado à simplicidade, pensando num outro tempo. O lápis azul que outrora censurou pensamentos tornados partilha é o mesmo lápis azul que destaca o que é importante ver, se nos permitirmos à atenção e a nunca esquecer.



-

2020 for Espaço Mira